Techstars Startup Week fora do Brasil

06/20/2018 | By Preta Emmeline

This post originally appeared on blog.up.co


Nos dias 07 a 11 de Maio, eu desembarquei em Columbus-OH, para viver minha primeira experiência de Techstars Startup Week fora do Brasil, link do evento.

Columbus é a capital do estado norte-americano do Ohio, localizada mais no lado leste do país. É a cidade mais populosa do Ohio e a 15ª mais populosa do país, e possui 1.836.536 de habitantes em sua região metropolitana. Columbus também é a cidade onde a Gerente do Programa, Christina Christian (quem foi no Techstars Summit Brasil 2017 teve oportunidade de conhecê-la) nasceu, cresceu e se descobriu Community Leader, após participar do seu primeiro Techstars Startup Week na cidade, se tornou voluntária da Techstars e há 3 anos gerencia o programa, dentro e fora do país.

Minha primeira impressão sobre Columbus foi: que cidade aconchegante! Ruas muito arborizadas, pouquíssimos prédios ao redor da cidade (exceto em downtown), vibe leve, pessoas muito receptivas e infra-estrutura que só o EUA tem.

Desembarquei às 22h do dia 07, após 10h de voo. E às 9h do dia 08 já estava no evento, assistindo minha primeira trilha de conteúdo, com a temática do dia Food/Beverage no palco principal e Fashion/Creatives palco paralelo. Veja a agenda completa link

Palco Principal

De cara, eu amei o fato dos dias serem distribuídos por temáticas. Pois assim, os empreendedores, curiosos e especialistas das áreas puderam se programar para dedicar seu dia a aprender, ensinar e se conectar com pessoas com interesse em comum.

Amei também o fato de ter imergido em assuntos tão pouco discutidos aqui no Brasil, e ao mesmo tempo tão necessários, de se tornarem comuns, como é lá.

Nesse mesmo dia, eu, a Christina e  Kristina (Sales/Partnership team member) saímos para explorar a cidade com outros Community Leaders locais, CL's que já organizaram ou estavam organizando o Techstars Startup Week. E o fato mais curioso que descobri sobre eles, além deles amarem o evento, que acontece desde 2015 por lá, é que eles têm perfis complementares à organizadores do Startup Weekend. O que eu quero dizer como complementares? Eles são empreendedores com uma maturidade diferente. Eles já têm negócios ou estão a frente de negócios que estão faturando. Então eles podem facilmente ser "mentores" de desenvolvimento de ecossistemas, como também patrocinadores.

Imagina os principais players da sua cidade (seja das entidades que mais apoiam SW's/Eventos de inovação, como patrocinadores ou mentores) se reunindo para levantar recursos e curar 5 dias de evento? É basicamente isso.

Palco paralelo

No segundo dia, a temática de todas as trilhas de conteúdos eram dedicadas a Smart Cities & Social Enterprise (levantamento de capital para desenvolver negócios sociais), basicamente. O mais interessante, que vi, na temática de Smart Cities foi que os cases destacados não eram necessariamente digitais. Fundadoras de cafés, foodtrucks, restaurantes saudáveis, etc, compartilharam seus desafios e oportunidades em desenvolver negócios, ocupando menos espaço, com menos complexidade de estrutura empresarial, entregando de forma inovadora e prática para seu público, oportunidades de consumir mais e melhor, ocupando espaços ociosos.

No fim da tarde desse mesmo dia, aconteceu um Pitch Competition, no teatro mais antigo da cidade. Mais de 200 pessoas viram 10 empreendedores fazerem pitchs sobre seus negócios e o primeiro, segundo e terceiro lugar ganharam respectivamente U$25.000, U$15.000, U$ 10.000 promotional ad campaign from Dispatch Media Group. Teve também Community Impact Award: U$5,000 em dinheiro do Columbus Inspires. A iniciativa da comunidade que mais se destacou, na ocasião, Community Leaders que organizaram uma competição Global de Startups que nasceram em Techstars Startup Weekend Women em 2017. A competição aconteceu em fevereiro de 2018, em paris.

Os dias seguintes tiveram assuntos como Technology / Product Marketing/ PR/ Branding e também Sports / Entertainment / Media / AR / VR / Gaming. O que são temáticas abordadas com mais frequência em eventos aqui no Brasil, mas que é sempre legal acompanhar o impacto e crescimento que esses mercados possuem, principalmente aqui no Sudeste do país.

Em paralelo com a programação dos palcos, um espaço dedicado a workshops, chamado CHASE BASECAMP (o banco CHASE é o maior apoiador nacional do Techstars Startup Week e proporciona patrocínio para mais de 10 Techstars Startup Weeks por ano, localmente). Além de temas "sexies" sendo discutido de forma mais prática, com os participantes, se via muita diversidade e inclusão. Ah, nesse espaço também tinha muito café, comida e mesas estrategicamente distribuídas para os participantes se conectarem com eles mesmo ou com seus devices.

Vivendo tudo isso e pensando na realidade do nosso Brasil, uma certeza é: temos talentos, oportunidade, espaço e força de vontade, nós temos que continuar fazendo mais pelas nossas comunidades, em diferentes níveis e estágios: trocando experiências, promovendo o encontro de pessoas e pensando nas pontes entre leaders e feeders, cada vez mais.

O Techstars Startup Week é uma iniciativa linda, cheia de colaboração, conhecimento, negócios... Estamos só no começo! Mais de 75 comunidades já realizaram um Techstars Startup Week e estou muito animada em trazer de volta ao Brasil. Quem topa?

 


×